Notícias

2018-10-28 16:44:51

STARTPOINT@UM - Entidades Presentes

Está a chegar mais uma edição da maior Feira de Emprego e Empreendedorismo da Universidade do Minho - STARTPOINT@UM, o LIFTOFF - Gabinete do Empreendedor da AAUM e o GIP - Gabinete de Inserção Profissional da AAUM têm o prazer de anunciar quais as entidades presentes nesta 10.ª Edição:

 

Dia 14 de novembro, 2018:

 

- Goweb, Lda


- Fujitsu Technology Solutions


- Techbiosis


- Netgócio - Design, Coding & Marketing


- Capital Humano EDIT VALUE


- APTIV


- Covet Group


- Infineon Technologies Shared Service Center, Unipessoal Lda


- Centro de Informação Europe Direct Minho


- Ebankit Omnichannel Innovation SA


- TecMinho


- ITSECTOR - Sistemas de Informação SA


- DST - Domingos da Silva Teixeira


- Ideia Atlântico - Instituto de Desenvolvimento Empresarial e Inovação do Atlântico


- Continental Mabor - Indústria de Pneus, S.A.


- Moretextile Group


- Grupo Salvador Caetano SGPS


- Webhelp


- Lactogal, Produtos Alimentares S.A


- ARMATIS LC Portugal, Lda


- Get Green - Mobilidade Elétrica


- Johnson Controls (Powered by Creativesystems)

 

- Syone SBS Software, S.A.


- Associação Comercial de Braga, Comércio Turismo & Serviços


- ATEP - Amkor Technology Portugal, S.A.


- Millennium bcp Microcrédito


- Jerónimo Martins SGPS, SA


- SONAE SHARED SERVICE CENTER, S.A.


Microio


Voltalia

 


Dia 15 de novembro, 2018:


- Farfetch


- PTC Group


- Faurecia


- PlaceMe - Mediação Imobiliária, Lda


- EDIT VALUE - Consultoria Empresarial Lda


- Prozis


- BCM Bricolage S.A. - Leroy Merlin Braga


- Atepeli - Ateliers de Ponte de Lima


- Inova-Ria - Associação de Empresas para um Redes de Inovação em Aveiro


- Altice Labs


- BMTC - A BIMTEC QATAR COMPANY


- Navigator Company


- Auchan, SA


- Red IT


- Bosch Car Multimédia Portugal, S.A.


- Job Matching


- Teach For Portugal


- SOFTINSA


- IK CONSULT, LDA


- WITHUS - Inovação e Tecnologia, Lda.


- Balanças Marques


- Arquiconsult Sistemas de Informação SA


- Academia ERRE


- IPDJ


- Dimi's Adventure


- Câmara Municipal de Santo Tirso - Invest Santo Tirso


- Century21


- Remax Braga



Estás à espera de quê?! Marca na agenda e inscreve-te já em: bit.ly/startpoint10 


*INFORMAÇÃO EM ATUALIZAÇÃO

Ler Mais

2018-10-28 16:21:33

STARTPOINT@UM - Feira de Emprego e Empreendedorismo

Associação Académica da Universidade do Minho (AAUM) apresenta a 10ª edição da STARTPOINT@UM cuja coordenação está a cargo dos seus dois gabinetes técnicos, LIFTOFF – Gabinete do Empreendedor da AAUM e GIP – Gabinete de Inserção Profissional da AAUM. Esta atividade decorre nos dias 13, 14 e 14 de novembro, entre as 9.30h e as 17:30h, no Campus de Gualtar da Universidade do Minho. 

 

Esta iniciativa pretende estabelecer o contacto direto entre os jovens/adultos e o mercado de trabalho através da divulgação de oportunidades e desenvolvimento de competências, promovendo o networking entre participantes. O evento tem como público a comunidade académica (alunos, ex-alunos, investigadores, docentes e funcionários) e também os desempregados e empreendedores com qualificações de nível superior da região.

                 

A STARTPOINT@UM constitui também uma oportunidade para as entidades partilharem as suas experiências com a comunidade académica e promoverem os seus projetos. Através do contacto direto com os participantes, têm também a oportunidade de expandir a sua rede de contactos e divulgar ofertas de emprego e medidas de estimulo ao empreendedorismo junto dos alunos e alumni UMinho.

 

À semelhança das edições anteriores, a atividade apresenta um programa com múltiplas atividades que englobam talks, formações, workshops e apoio técnico na área do emprego e empreendedorismo. Bem como o recurso a uma plataforma tecnológica que permita aos jovens fazerem candidaturas instantâneas por via do upload de CV digital ou outros documentos.

 

Na 10ª edição da “STARTPOINT@UM” poderás contar com um primeiro dia, 13 de novembro, de preparação. Neste dia, os participantes terão a possibilidade de aceder a múltiplas ações de formação no âmbito da empregabilidade e do empreendedorismo, permitindo desta forma, que estejam melhor preparados para nos dias 14 e 15 tomarem contacto com as entidades presentes.

 

 

Este é um projeto cofinanciado pelo Programa Operacional Regional do Norte, pelo Portugal 2020 e pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.


Podes Consultar a lista de entidades presentes em cada um dos dias AQUI.

Consulta o programa completo AQUI.

Inscrições em: bit.ly/startpoint10

 

Mais informações: liftoff@aaum.pt / gip@aaum.pt

Ler Mais

2018-10-08 12:22:49

Working Ideas & Farfetch

A Farfetch é a plataforma líder global para a indústria da moda de luxo. Fundada pelo empreendedor português José Neves em 2007 por amor à moda e lançada em 2008, a Farfetch faz a ligação entre clientes de 190 países e 989 das melhores boutiques e marcas de 45 países.

 

 

Curioso sobre este caso de sucesso?

 

Junta-te a nós na apresentação do Working Ideas.



Mais informações e inscrições AQUI.

 

Este é um projeto cofinanciado pelo Programa Operacional Regional do Norte, pelo Portugal 2020 e pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional. 


Ler Mais

2018-08-07 11:24:53

Uma sociedade empreendedora e sustentável

Estávamos em 1987 quando a Comissão Mundial sobre o Meio Ambiente e o Desenvolvimento publicou o Relatório Brundtland, também conhecido como "Our common Future". Neste documento, há uma frase que salta à vista: "A Humanidade tem a capacidade de se desenvolver sustentavelmente, assegurando a satisfação das necessidades presentes, sem comprometer as necessidades das futuras gerações.". Em pleno século XXI não é possível ignorar esta definição. Mais do que um conceito, é hoje uma filosofia de gestão que deverá fazer parte de todas as organizações e, particularmente, daquelas que pertencem ao terceiro setor - tipicamente subsidiárias do Estado e muito dependentes da comparticipação de outras entidades.

 

Mais de 55 mil entidades, 260 mil trabalhadores, cerca, de 5,5% do emprego total remunerado e um contributo de 3,8% para o Produto Interno Bruto, é o estado da arte da economia social em Portugal. Uma economia que se distingue das outras pelo reinvestimento dos excedentes e pela sua enorme relevância social. Na mente de qualquer empreendedor é um Mundo de oportunidades e desafios, onde se encaixa o maior de todos eles: a inovação social. No terceiro setor, os obstáculos ao desenvolvimento sustentável que mais saltam à vista passam pela redução da dependência de subsídios públicos e a diversificação das suas receitas próprias, num domínio onde a missão perante a sociedade deve ser sempre colocada em primeiro. Uma das necessidades flagrantes para as empresas e entidades deste setor passa pela profissionalização e formação dos trabalhadores, voluntários e quadros dirigentes, mas não é suficiente para o aumento da sua produtividade. É necessário procurar soluções junto da sociedade, via subcontratação de serviços e produtos e de uma ligação mais estreita com as universidades. É necessário introduzir fatores de inovação e produtividade, procurando melhores resultados no cumprimento de objetivos e sobretudo na capacitação dos grupos e públicos que são alvo da sua intervenção.

 

É aqui que entra o empreendedorismo social. De larga escala, como o projeto de Muhammad Yunus, fundador do microcrédito e Prémio Nobel da Paz em 2006, a startups e spin-offs como a Shairart, focada na divulgação da atividade de artistas emergentes, são inúmeros os exemplos de sucesso de projetos de empreendedorismo com impacto social, a nível nacional e internacional. Então, o que falta para promover mais inovação social? Olhemos para o exemplo proveniente das potências europeias, como o Reino Unido, pioneiro na criação de legislação referente às empresas sociais ou "social enterprises". Já em Portugal, este estatuto tem vindo a ser ignorado, privando o setor do acesso a um volume alargado de financiamento europeu, a que Portugal, por não ter esta figura regulamentada, não pode aceder. Por outro lado, é importante impulsionar os mecanismos de financiamento já existentes, nomeadamente os Títulos de Impacto Social, um mecanismo de pagamentos por resultados, de âmbito social, no qual as organizações respondem a problemas sociais e o Estado paga mediante a concretização de objetivos comuns.

 

Por cá, é premente despertar os jovens empreendedores, mapeando casos de sucesso e procurando uma aproximação ao tecido financiador, business angels e às instituições bancárias. A força do setor social é, acima de tudo, o espelho dos valores de uma comunidade. Essa força, por sua vez, depende da sua sustentabilidade e da sua ação transformadora junto da sociedade. E essa só pode ser garantida pela introdução de uma praxis de políticas inovadoras e empreendedoras.

 

Nuno Henrique Vieira Reis

 

Nasceu no dia 6 de abril de 1995, no concelho da Póvoa de Varzim. É estudante do Mestrado Integrado em Engenharia e Gestão Industrial, membro do Conselho Geral da Universidade do Minho e Presidente da Associação Académica da Universidade do Minho, desde janeiro de 2018.


Artigo de opinião elaborado no âmbito da revista Get Started Nº3 | Projeto LIFTOFF

 

Não é autorizada a reprodução, total ou parcial, do conteúdo sem prévia autorização do autor e do LIFTOFF.


Ler Mais

2018-07-31 12:42:13

Startup Voucher 2018

Startup Voucher é uma da medidas da Startup Portugal - Estratégia Nacional para o Empreendedorismo, que visa promover o desenvolvimento de projetos empresariais, por parte de jovens entre os 18 e os 35 anos, através de um conjunto de tipologias de apoio específicas, articuladas entre si e disponibilizadas ao longo do desenvolvimento de projetos empresariais que se encontrem em fase de ideia.

 

As tipologias de apoio são as seguintes:


a) Bolsa - valor mensal atribuído por promotor para o desenvolvimento empresarial;

b) Mentoria - acesso a uma rede de mentores que forneçam orientação aos promotores;

c) Acompanhamento do projeto - por parte de entidade acreditada;

d) Prémio de avaliação intermédia - atribuição de prémios aos projetos que obtenham avaliação intercalar positiva em função do cumprimento dos objetivos de cada fase;

e) Prémio de concretização - atribuição de um prémio à concretizaçãp do projeto empresarial através da criação de empresa com a constituição de sociedade comercial.

 

Critérios de elegibilidade para os bolseiros:


1. Pelo menos 1 dos promotores da ideia deve obdecer às seguintes condições:

a) Ter uma idade compreendida entre os 18 e os 35 anos;

b) Ter nacionalidade portuguesa ou residir em Portugal;

c) Não se encontrar a beneficiar de uma bolsa para os mesmos fins e não possuir outra fonte de rendimento;

d) Não possuir uma empresa já constituida.

 

Critérios de elegibilidade para os projetos:


a) Projetos de empreendedorismo qualificado que contribuam para a alteração do perfil produtivo da economia com a criação de empresas dotadas por recursos humanos qualificados, que desenvovlvam atividades em setores com fortes dinâmicas de crescimento e/ou setores com maior intensidade de tecnologia e conhecimento, ou que valorizem a aplicação de resultados de I&D na produção de novos bens e serviços;

 

b) Projetos de empreendedorismo criativo que incluam as atividades das indústrias culturais e criativas, que fazem da utilização da criatividade, do conhecimento cultural e da propriedade intelectual, os recursos para produzir bens e serviços transacionáveis e internacionalizáveis com significados social e cultural como sejam as artes performativas e visuais, o património cultural, o artesanato o cinema, a rádio, a televisão, a música, a edição o software educacional e de entretenimento e outro software e serviços de informática, os novos media, a arquitetura, o design, a moda e a publicidade. 

 

Ainda tens dúvidas?! Podes aceder a mais informações AQUI e AQUI.

 

LIFTOFF como entidade acreditada, pode ajudar-te com o esclarecimento de dúvidas e no processo de candidatura! Os empreendedores interessados deverão contactar-nos através do email: liftoff@aaum.pt ou 253601991


Ler Mais